Santuário

Ermida da Padroeira de Minas - Basílica da Piedade

08h

15h
17h
15h
09h
15h
15h
09h
15h
15h
11h
15h

Basílica Estadual das Romarias

Domingo
09h30
11h
Você está em:

Santuário Nossa Senhora da Piedade se torna ‘irmão’ ao da Basílica da Anunciação, em Israel

Festa religiosa, em tom internacional, no topo da Serra da Piedade, em Caeté, na Região Metropolitana de Belo Horizonte. Na manhã de domingo, dia 9 de dezembro, as duas basílicas em honra à padroeira de Minas, Nossa Senhora da Piedade, se tornaram “santuários irmãos” da Basílica Nossa Senhora da Anunciação, de Nazaré, em Israel, construída no local da gruta onde a Virgem Maria, conforme as sagradas escrituras, recebeu a visita do Anjo Gabriel anunciando que ela seria a mãe de Jesus. A missa presidida pelo arcebispo dom Walmor começou às 8h, na Ermida da Padroeira de Minas Gerais – Basílica da Piedade, templo construído no século 18 e que guarda a imagem da padroeira esculpida por Antonio Francisco Lisboa, o Aleijadinho (1738-1814).

A duas semanas do Natal, os mineiros receberam um presente especial vindo da Terra Santa, entregue durante a Missa por frei Bruno Varriano, reitor da Basílica da Anunciação: trata-se de um fragmento da chamada Casa de Maria, onde a mãe de Jesus teria recebido a visita do anjo e alvo de milhares de peregrinos durante o ano. Com esse gesto, o reitor da Basílica da Anunciação e os frades franciscanos, guardiões da Terra Santa, reconhecem a força da devoção do povo mineiro e a importância do Santuário Basílica Nossa Senhora da Piedade – Padroeira de Minas Gerais. A narrativa da anunciação está nas Sagradas Escrituras, no Evangelho de Lucas, capítulo 26.

Há pouco mais de um ano, em 19 de novembro, por determinação do papa Francisco, os dois templos existentes no alto da montanha se tornaram basílicas – a ermida e a Igreja Nova das Romarias, de 1970. Hoje, elas também recebem, das mãos do frei Bruno, o Gemellaggio ou decreto de fraternidade, que simboliza a união da Serra da Piedade e Terra Santa. No Brasil, apenas o Santuário Nossa Senhora D’Abadia de Muquém, na diocese de Uruaçu, em Goiás, tem o título e o símbolo mariano. Os frades franciscanos estão há 801 anos na Terra Santa.

Para dom Walmor, o título reforça a fé do povo de Minas. “Ao reconhecer o Santuário Basílica Nossa Senhora da Piedade como território irmão da Basílica Nossa Senhora da Anunciação, em Nazaré, os franciscanos, guardiões da Terra Santa, fazem justa homenagem à devoção do povo mineiro, que desde o século 18 peregrina ao topo da Serra da Piedade”. O arcebispo acredita que o reconhecimento aumenta a responsabilidade de todos, no cuidado diário com esse patrimônio. “O mundo contempla e percebe nosso santuário como dom, lugar único, também uma terra santa. Nós, que somos guardiões do Santuário Basílica Nossa Senhora da Piedade, precisamos nos unir, cada vez mais, para defendê-lo e preservá-lo.”

Reprodução do Jornal Estado de Minas – Gustavo Werneck.

Confira informações sobre a Festa de Imaculada Conceição e também sobre o Casamento Comunitário na Paróquia Nossa Senhora da Saúde.

VEJA TAMBÉM