Santuário

Ermida da Padroeira de Minas - Basílica da Piedade

08h

15h
17h
15h
09h
15h
15h
09h
15h
15h
11h
15h

Basílica Estadual das Romarias

Domingo
09h30
11h
Você está em:

O Santuário Nossa Senhora da Piedade é um verdadeiro jardim natural, onde as espécies florescem, causando um impacto de deslumbramento em todos aqueles que apreciam a natureza.

A Serra é privilegiada pelas nuvens e ventos constantes na região, que a enchem de umidade e criam condições propícias à introdução de sementes de outras regiões, enriquecendo-a com sua diversidade.

Algumas espécies encontradas no Santuário Nossa Senhora da Piedade:

Uma nova espécie do pássaro Scytalopus foi encontrada no Santuário Nossa Senhora da Piedade. O Scytalopus petrophilus sp. nov. (tapaculo-serrano) ocupa uma ampla variedade de habitats entre cerca de 900 e 2.100 m de altitude, variando desde áreas abertas nos altos das serras, em formações arbustivas sobre afloramentos rochosos (campos rupestres), a florestas mais altas em vales encaixados e capoeiras de florestas sem decíduas.

Inflorescência de Zygopetalum bracpetalum orquídea de flores belíssimas.

Oncidium blanchetti, chuva de ouro, da família das Orquidáceas com inflorescências, às vezes, ultrapassando um metro de comprimento.

Byrsonima ligustriofolia da família das Malpiguiáceas.

Ayltonia luzulifolia, canela-de-ema da família das Velloziáceas, que enfeita a maioria dos paredões rochosos da Serra, com suas flores de cor laranja.

Snningia magnifica da família das Gesneriáceas, que com suas flores rubras justifica plenamente o nome com que foi homenageada.

Tillandsia geminiflora, Bromeliácea que consegue obter a água e os nutrientes necessários para a sua sobrevivência da água da chuva e no ar, absorvendo-os de pelos escamiformes, que emprestam a cor prateada à espécie.

Detalhe da inflorescência de Dyckia oligantha, que é adaptada a polinização por beija-flor.

Periandra mediterrânea, Leguminosa da mesma família do feijão, de flores muito delicadas.

Folhas glaucas de Hippeastrum demazianum entre uma população de Maxillaria cogniauxiana.

Hippeastrum damazianum da família das Amayllidáceas de flores muito vistosas.

Cuscuta tinctoria, cipó chumbo da família das Convolvuláceas, parasita típica da Serra.

Stachytharpheta glabra, espécie semelhante ao gervão da família das Verbenáceas, de lindas flores azuis.

Formação de orquídeas em rocha, com Bulpophyllum weddellii de pseudobulbos triangulares, Encyclia vespa, bifoliada com órgãos de reserva piriformes e Maxillaria madida, bifoliada com folhas aciculares.