Santuário

Ermida da Padroeira de Minas - Basílica da Piedade

08h

15h
17h
15h
09h
15h
15h
09h
15h
15h
11h
15h

Basílica Estadual das Romarias

Domingo
09h30
11h
Você está em:

Depoimentos

José Agostinho de Araújo, de 66 anos, aposentado, sempre frequenta o Santuário da Padroeira de Minas. Para ele, que mora no bairro Capelinha, em Betim (MG), o lugar é muito especial. “Sempre fui devoto da Mãe de Jesus. Conheço o Santuário Nossa Senhora da Piedade há 30 anos e gosto de levar minha esposa comigo, quando vou lá. O lugar é lindo e nos transmite paz.” Há algum tempo, Maria da Conceição Araújo, de 73 anos, esposa do José Agostinho, após fazer uma cirurgia teve infecção hospitalar. Naquele momento difícil, ele recorreu à intercessão da Padroeira de todos os mineiros e do Arcanjo São Rafael. José conta que sua prece foi ouvida, e sua esposa não ficou com sequela alguma.Após isso, José e Maria da Conceição retornaram ao Santuário para agradecer a Deus, uma ocasião muito especial de louvar o Senhor. O casal deixou os documentos assinados pelo médico na ermida da Padroeira, comprovando que a saúde de Maria está restabelecida.“Quem frequenta o Santuário se sente mais próximo de Deus. O Santuário é realmente muito especial. Através da natureza, a gente pode contemplar a mão de Nosso Senhor. Sempre convido parentes e amigos para também conhecerem este lugar tão peculiar ”, declara José Agostinho.

Ver mais

José Agostinho de Araújo

A aposentada Abigail Rossi, 73 anos, moradora no bairro Serra, em Belo Horizonte, conta que sempre pede a intercessão de Nossa Senhora da Piedade durante o programa Mãe Maria. Para ela, a Padroeira de Minas tem um lugar especial em sua família. “Acompanho diariamente o programa Mãe Maria, às 18h, pela TV Horizonte. Rezo a oração que é feita por dom Walmor e fico emocionada. As reflexões me ajudam muito na caminhada”.Abigail diz que há alguns meses sua família viveu um momento difícil. Ela conta que encontrou forças na oração e recorreu à intercessão de Nossa Senhora da Piedade pela reconciliação deles. “Meus filhos não se falavam. Um ficou magoado com o outro. Estava muito triste com o episódio. Então, comecei a pedir à Virgem Maria pela reconciliação deles e pouco tempo depois eles se perdoaram. Minha família reencontrou a paz. Fiquei aliviada”, afirma.O Santuário da Padroeira de Minas, localizado em Caeté (MG), também tem grande importância na vida de Abigail Rossi. Para ela, que conhece o local há um bom tempo, o lugar permite fazer uma experiência com Deus. “Quando retornei ao Santuário fiquei encantada com a nova estrutura. Para mim, o lugar é muito especial. A natureza toca nossa alma. Sinto a presença de Deus e a certeza que Ele está cuidando de mim. Hoje, entrego nas mãos de Nossa Senhora da Piedade a minha saúde. Vamos abrir nosso coração para a graça de Deus, pois ele sempre olha por nós. Que Nossa Senhora da Piedade proteja as famílias do mundo inteiro”.

Ver mais

Abigail Rossi

O Santuário Nossa Senhora da Piedade, em Caeté (MG), tem importância especial para o aposentado José Ribeiro de Souza, 72 anos, morador da cidade de Bom Jesus do Amparo. Além de ter sido o lugar onde ele conheceu sua esposa Zilá, o santuário tornou-se um referencial de fé para a sua vida. “Eu e minha família fomos educados na Igreja Católica. Minha mãe foi minha primeira catequista. Quando jovem, já gostava de ir ao alto da serra da Piedade. Na época, o acesso era difícil. Eram horas de subida muito íngreme. Porém, todo o esforço valia a pena. O santuário marcou minha vida para sempre”, afirma.José Ribeiro recorda que há dois anos começou a notar um problema em seu corpo: um inchaço, como se fosse um caroço, o incomodava. A princípio, não deu muita importância. Alguns meses depois resolveu ir ao médico, que imediatamente pediu uma biópsia para entender melhor o caso. “Fiquei assustado, angustiado. Pensei muitas coisas. Comecei a rezar. Supliquei a Deus e a Nossa Senhora da Piedade que olhassem por mim”, conta.Após a biopsia, José foi ao santuário e, depois de percorrer o caminho mais longo, dirigiu-se à ermida da Padroeira de Minas onde fez sua oração. Na prece entregou, com fé, sua vida nas mãos de Deus e de Nossa Senhora.Com o resultado, ele diz que ficou aliviado. “O exame não indicou nada de grave. A impressão de inchaço desapareceu. O médico constatou que não havia nada demais. Sei que algo especial aconteceu. Deus cuidou de mim”, diz José Ribeiro, emocionado.No domingo, dia 2 de dezembro, ele retornou ao santuário e foi uma alegria enorme. “Agradeci a Deus pela minha saúde e pelo dom da minha vida.Este lugar é especial e a bênção que recebi é um presente de Deus. Neste santuário tudo nos encanta. A igreja, a natureza nos emociona. Cada vez que a gente retorna passa a gostar mais”.

Ver mais

José Ribeiro de Souza

Há vinte e cinco anos Rita de Cássia Pizetti Brunello, de 53 anos, buscou aproximar-se mais de Deus e da Igreja. Para ela, que mora em Ribeirão Preto, interior de São Paulo, a devoção pela Virgem Maria cresceu pouco a pouco em sua vida. Em outubro deste ano, foi pela primeira vez ao Santuário Nossa Senhora da Piedade, em Caeté (MG), numa peregrinação.“Uma senhora da minha cidade tem costume de organizar romarias para visitar diversos santuários do país. Desta vez foi o de Caeté, onde ficamos hospedados por três dias. Chegamos numa sexta-feira à noite e retornamos para nossa cidade no domingo, após a missa”, afirmou Rita de Cássia.Ela disse ainda que a experiência no Santuário da Padroeira de Minas Gerais foi muito especial, pois o local é privilegiado, abençoado. Durante a peregrinação aproveitou para agradecer a Deus pelas bênçãos recebidas e fazer suas preces, especialmente por um jovem de sua cidade. Rita também destacou a acolhida que recebeu no local. “Estar no Santuário Nossa Senhora da Piedade tem sentido especial. Tudo envolve e encanta nossos olhos. Quando cheguei ao pé da serra até me espantei. Eu me perguntei como íamos alcançar aquele lugar tão alto. Estar lá é sentir-se perto de Deus. Ouvir a história do santuário e dos principais espaços foi muito especial. Quem não conhece precisa fazer esta experiência. Já fiz a promessa de retornar todos os anos”, afirma.

Ver mais

Rita de Cássia Brunello