Santuário

Ermida da Padroeira de Minas - Basílica da Piedade

08h

15h
17h
15h
09h
15h
15h
09h
15h
15h
11h
15h

Basílica Estadual das Romarias

Domingo
09h30
11h
Você está em:

Santuário da Padroeira de Minas celebra Quarta-feira de Cinzas

A Quarta-feira de Cinzas tem programação especial no Santuário Basílica Nossa Senhora da Piedade – Padroeira de Minas Gerais. Celebrada no dia 17 de fevereiro, a data terá Missas às 9h, 11h, 15h e 17h.

A missa das 9h será transmitida pela TV Horizonte (Canal 30 em sinal aberto) e redes sociais. Já a Celebração Eucarística das 15h será transmitida pela TV Horizonte (Canal 30 em sinal aberto), pela Rádio América (AM 750) e pelas redes sociais.

Para visitar o Santuário Basílica Nossa Senhora da Piedade – Padroeira de Minas Gerais e acompanhar as celebrações é preciso fazer agendamento pelo telefone: (31)3319-6111 ou pelo site: https://sistemas.arquidiocesebh.org.br/EGP.Form/VisitaSensp

Quarta-feira de Cinzas

A Quarta-feira de Cinzas marca o início do tempo da Quaresma – preparação para a Semana Santa. Com a imposição das Cinzas, inicia-se um período relevante para todo cristão que deseja se preparar para viver o Mistério Pascal, a Paixão, Morte e Ressurreição do Senhor Jesus. As cinzas, símbolo da fragilidade e pequenez humana, é um apelo à conversão.

 

Rito de Imposição das Cinzas sofreu adaptações

Devido à pandemia da Covid-19, o Rito de Imposição das Cinzas sofreu adaptações. A Congregação para o Culto Divino e a Disciplina dos Sacramentos publicou novas disposições a serem seguidas para a celebração – máscara e fórmula recitada apenas uma vez.

A Quaresma terá os seguintes procedimentos, conforme estabelecido pela Congregação para o Culto Divino e a Disciplina dos Sacramentos:

“Feita a oração de bênção das cinzas e depois de as ter aspergido com água benta sem dizer nada, o sacerdote, voltado para os presentes, diz uma só vez para todos a fórmula que se encontra no Missal Romano: ‘Convertei-vos e acreditai no Evangelho’, ou ‘Lembra-te que és pó da terra e à terra voltarás’.”

Depois, prossegue a nota, “o sacerdote lava as mãos, coloca a máscara protegendo o nariz e a boca, e impõe as cinzas a todos os presentes que se aproximam dele, ou, se for mais conveniente, aproxima-se ele do lugar daqueles que estão de pé. O sacerdote pega nas cinzas e deixa-as cair sobre a cabeça de cada um, sem dizer nada”.

 

VEJA TAMBÉM