Santuário Arquidiocesano

Ermida da Padroeira de Minas - Basílica da Piedade

08h

15h
17h
15h
09h
15h
15h
09h
15h
15h
11h
15h

Basílica Estadual das Romarias

Domingo
09h30
11h
Você está em:

Dom Walmor preside Missa na Festa de Nossa Senhora da Piedade – Padroeira de Minas Gerais

O arcebispo metropolitano de Belo Horizonte, dom Walmor Oliveira de Azevedo, presidente da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), presidiu Missa solene no Dia de Nossa Senhora da Piedade – Padroeira de Minas Gerais, celebrado nesta quarta-feira, 15 de setembro. A Missa, na menor basílica do mundo – a Ermida da Padroeira de Minas Gerais, Santuário Basílica Nossa Senhora da Piedade, reuniu peregrinos e foi transmitida para todo Brasil, pelas TVs Horizonte, Canção Nova, Pai Eterno e Rádio América. Durante a celebração, foi apresentado o hino do Centenário da Arquidiocese de Belo Horizonte.

Em sua homilia, dom Walmor disse que muitos corações experimentam o peso do calvário. “Nós que cremos, guiados pelo testemunho maravilhoso de fé, da Nossa Mãe da Piedade, somos chamados a transformar o calvário em redenção”. Dom Walmor afirmou ainda que “o nosso caminho é contemplar na Cruz aquele que assume as nossas dores e transforma-as em redenção: Ele é Cristo”.

O Arcebispo explica que é possível fazer do sofrimento humano uma redenção, evitando sofrimentos que são provocados pela força do nosso pecado, pela indiferença e pela incapacidade de amar. “O segredo para fazermos do sofrimento força de redenção é compreendermos a nossa vida como oferta. E a oferta se faz com o cuidar”.

Dom Walmor destacou que a Festa de hoje nos chama a não ter medo do sofrimento e nem deixar de ouvir os clamores de quem sofre. “Se nós tivermos coragem de escutar o clamor dos pobres, dos sofridos, dos enfermos e daqueles que estão abatidos, em nós brotará uma sabedoria que nos dará condições de conduzir a nossa vida em outra direção”. E acrescenta: “A Festa de hoje nos remete às dores da humanidade, mas nos tráz também, pela amada Mãe Maria, a lição bonita de que se nós colocarmos Cristo no centro de nossas vidas, o novo vai brotar em nós”.

Ao final da celebração, muitas palmas: reação dos fiéis ao clipe com o hino do centenário da Arquidiocese de Belo Horizonte, apresentado durante a Missa e já publicado nos nossos sites e redes sociais. Clique aqui para ouvir ou salvar em seu computador, tablet ou smartphone.

 

 

 

 

 

VEJA TAMBÉM